Nipon Cosplay vendia lentes pela internet sem registro
Reprodução

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a venda e o uso das lentes de contato coloridas Nipon Cosplay. O produto era comercializado pela internet sem cadastro nem registro.

As lentes eram vendidas para uso estético e composição de fantasias. A empresa responsável, denominada Karine Soares Silva Cosplay – ME, nome fantasia da Nipon Cosplay, foi contatada pelo R7, mas não se manifestou até o fechamento desta matéria.

O oftalmologista Paulo Dantas, especialista em córnea e membro do Conselho de Oftalmologia Brasileiro (COB), ressalta que as lentes de contato coloridas, em geral, merecem mais atenção que as corretivas, utilizadas para substituir os óculos. “As lentes de contato coloridas estão mais associadas a traumatismos na córnea. Além disso, não são fabricadas por grandes empresas da área, o que dificulta a sua regulamentação”, afirma.

Leia também: Anvisa facilita importação de remédio à base de maconha

Ele explica que isso ocorre porque as lentes coloridas são preenchidas por pigmento em grande quantidade. Essa impermeabilidade impossibilita a passagem do oxigênio, provocando alteração do epitélio e favorecendo o crescimento de bactérias que fazem parte da própria flora do corpo.

“Forma-se a chamada ceratite infecciosa. Inicia-se com olhos vermelhos, sensação de areia nos olhos, seguido de ponto esbranquiçado no meio da córnea, que representa área de necrose do tecido”, afirma.

Dependendo do grau desta necrose – do nível de perfuração –, o dano causado pelas lentes coloridas pode levar à cegueira. “Se tratada em 24 horas, há chance de cura é bastante grande”, explica.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001