Lei ainda trata da realização de reformas estruturais
Ueslei Marcelino/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, nesta segunda-feira (1º) a lei que modifica o arcabouço legal do setor elétrico, incluindo a introdução de mecanismos de remanejamento de recursos para fins de redução do valor das tarifas.

A medida ainda trata da realização de reformas estruturais no setor de energia elétrica e da adoção de medidas para viabilizar a organização do segmento de energia nuclear e a conclusão do projeto de Angra 3.

O projeto tem como principal objetivo limitar os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus no setor, a fim de desonerar em boa medida as tarifas de consumidores de energia elétrica de todo o Brasil, principalmente àqueles moradores da região Norte, atendidos por distribuidoras que eram da Eletrobrás e que foram privatizadas.

Com a sanção, os consumidores da região Norte não precisarão mais pagar pelos empréstimos fornecidos às distribuidoras na época em que elas estavam sob controle temporário da União, que precedeu a privatização. 

Bolsonaro vetou, visando a adequação ao interesse público, o trecho do texto que estabelecia que o agente titular de outorga de autorização para geração de energia elétrica com prazo de 30 anos teria seu prazo de autorização contado a partir da declaração da operação comercial da primeira unidade geradora, com ajuste, quando necessário, após o reconhecimento pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Outro dispositivo vetado foi o que estabelecia que a avaliação completa da Base de Remuneração Regulatória terá efeitos a partir da data de processamento do primeiro processo tarifário subsequente ao pedido de revisão pelo interessado e será aplicada até o terceiro processo tarifário após a assinatura do contrato de concessão. 

A decisão final sobre os vetos ao texto ainda caberá ao Congresso Nacional.

Veja também

Brasil
Bolsonaro sanciona lei para Brasil entrar na Covax Facility

Brasil
Bolsonaro anuncia redução da taxação de diesel e gás residencial

Brasil
‘Nós nunca brigamos’, diz Mourão após se reunir com Bolsonaro

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001