Existe câncer de coração? O cardiologista José Luis Aziz, diretor da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), explica que o câncer no
coração é raro, mas existe. Há vários tipos de câncer no coração. Tratam-se de cânceres
vinculados aos músculos. O mais comum se chama mixomaO coração dói realmente ou é apenas força de
expressão?

Sim,
o coração realmente dói. São várias as doenças que causam dor no coração, sendo
a mais comum o infarto. A angina também é uma dor relacionada ao esforço.
Existe a pericardite, que é uma inflamação no coração, além de doenças de
válvulas, que podem trazer algum desconforto

 Qual a melhor forma de cuidar do coração?

É
manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e eliminar ou
reduzir os fatores de risco, que são obesidade, tabagismo, sedentarismo e consumo
excessivo de álcool

 É verdade que o coração de uma pessoa tem o
tamanho de sua mão fechada? Sim, é
verdade. Em média, o coração de uma pessoa possui o tamanho de sua mão. Não
existe uma explicação científica para issoO que é o coração dilatado, qual a causa e o
tratamento?

O
coração dilatado nada mais é do que o coração maior do que seu tamanho de
natureza. Há quatro câmeras no coração que podem dilatar. Pode dilatar uma,
duas, três ou mesmo as quatro. O nome dessa doença é insuficiência cardíaca. As
causas mais comuns de insuficiência cardíaca são os indivíduos que tratam
pós-infarto e as pessoas que não controlam a hipertensão

 Com o advento do stent, as pessoas ainda morrem
de infarto?

Sim,
o stent na realidade é um
tratamento paliativo, mas não definitivo. Ele reduz as chances, mas não impede
que ocorra um infarto Qual a diferença entre infarto e parada
cardíaca?

O
infarto é a obstrução do fluxo de sangue em alguma das artérias coronárias. As
coronárias são responsáveis pela irrigação sanguínea do músculo cardíaco. Já a
parada cardíaca ocorre normalmente depois de eventos arrítmicos, um deles
chama-se fibrilação ventricular (modalidade de parada cardíaca mais comum), na
qual o coração sai totalmente do ritmo e deixa de bombear sangue suficiente
para o corpo. O infarto pode gerar uma parada cardíaca. O infarto pode
ocasionar uma parada cardíaca, que é a causa mais comum de morte pós-infarto  
É verdade que quanto mais jovem, maior o risco
de o infarto matar? Sim. Isso porque
quanto mais jovem o paciente, menos o coração sofreu com falta de sangue, a chamada isquemia
crônica. Portanto, quando ocorre um infarto (isquemia aguda), como o coração
não está “acostumado”, se manifesta de forma mais grave e intensa. Já a pessoa mais
velha tem mais chance de já ter sofrido de isquemia crônica, então o músculo cardíaco
criou mecanismos de resistênciaPressão alta é mais perigosa que pressão baixa? Sim. A pressão alta é um dos maiores fatores de risco para
as doenças cardiovasculares, tanto para infarto quanto para derrame. Já a pressão baixa não tem correlação com doença grave do coração

 Qual o órgão
mais vital do corpo humano: o coração ou o cérebro?

Não
existe isso. Todos os órgãos do corpo têm uma interligação, pois se o coração
bater e o cérebro não funcionar, isso será um grande problema. O coração
bombeia sangue e manda para o cérebro, enquanto o cérebro manda informações
para o coração. É uma troca, não dá para um viver sem o outro

 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001