Você já acordou durante a noite sem conseguir mexer o corpo ou fazer qualquer movimento? Essa sensação desesperadora aconteceu recentemente com Maisa Silva. A apresentadora de 17 anos compartilhou nas redes sociais sua primeira experiência com a condição.
Pelo Twitter, Maisa afirmou que acreditava ter passado por um terrível pesadelo, mas que acabou identificando o distúrbio ao comentar o caso com uma amiga que tem episódios regulares do fenômeno. A artista revelou ainda que ficou com medo de pegar no sono novamente e ter a experiência repetida.
O que é paralisia do sono
A paralisia do sono é um fenômeno que ocorre durante o sono, quando a pessoa acorda, mas não consegue mover o corpo. Ou seja, o cérebro desperta antes dos músculos e ainda pode estar envolvido com sonhos, gerando uma confusão mental.
Essa sensação é angustiante para a maioria das pessoas que vivenciam um episódio desses. Isso porque pesadelos e alucinações com imagens assustadoras podem acompanhar a paralisia do sono. Assim, é comum que o paciente desenvolva trauma para dormir.

O fenômeno chega a atingir 4 em cada 10 pessoas pelo menos uma vez na vida, de acordo com a otorrinolaringologista Samanta Dall´Agnese. Mas a boa notícia é que ele não acarreta em nenhum problema de saúde mais sério.
O que fazer durante uma paralisia do sono
Ao vivenciar uma paralisia do sono, procure manter a calma ao máximo. Mentalize que o problema é passageiro e tente focar em sua respiração. Certos hábitos podem ajudar na prevenção da condição, como:
Ir para cama em horários regulares
Evitar atividades agitadas e uso do celular antes de dormir
Respeitar a quantidade necessária de horas para descanso (em média 8 horas de sono por dia)
Evitar consumir bebidas alcoólicas, refeições pesadas e relaxantes musculares antes de dormir
Duração da paralisia do sono
Geralmente, a paralisia do sono, também chamada de catalepsia, é um evento passageiro, causado por estresse ou mudança no hábito de sono. Costuma durar entre 1 a 10 minutos.
Caso os episódios sejam persistentes, procure um médico especializado em medicina do sono. Este profissional será responsável por verificar doenças que possam estar relacionadas à condição, como narcolepsia.

O diagnóstico costuma ser feito a partir do exame de polissonografia, capaz de avaliar todas as fases do sono e descartar outros distúrbios normalmente confundidos com a paralisia, como apneia do sono.
A partir do momento em que a causa da paralisia for identificada, o médico indicará as melhores opções de tratamento para melhorar sua qualidade de sono e bem-estar.
Distúrbios do sono
Confira as causas e como lidar com a insônia
Veja como distúrbios do sono afetam a memória
Saiba identificar se você sofre de apneia do sono

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001