Febre amarela contabiliza 545 casos e 164 mortes
Paulo Lopes/Agência Estado – 26.01.2018

A febre amarela apresentou aumento no número de casos e de mortes no Brasil. O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (21) que, desde julho do ano passado até o momento, são 545 casos e 164 mortes pela doença. No boletim anterior, divulgado na última quinta-feira (16), eram 464 casos e 154 mortes pela doença.

No mesmo período no ano passado, eram 557 casos confirmados e 178 mortes, segundo dados do governo. Ao todo, foram notificados 1.773 casos suspeitos, sendo que 685 foram descartados e 422 permanecem em investigação.

Os Estados com confirmação de febre amarela são Minas Gerais, com 264 casos e 77 mortes, São Paulo, com 208 casos e 57 mortes, Rio de Janeiro, com 72 casos e 29 mortes, e Distrito Federal, com um caso e uma morte.

São Paulo e Rio de Janeiro estenderam a campanha de vacinação fracionada – em São Paulo vai até dia 2 de março e, no Rio de Janeiro, até dia 9. Dados preliminares desses Estados apontam que, até esta segunda-feira (19), 5,1 milhões de pessoas haviam sido vacinadas, sendo 4,7 milhões com doses fracionadas e 422,6 mil com doses padrão.

Saiba mais sobre a vacinação contra a febre amarela em Minas Gerais

O número corresponde a 25,2% do público-alvo previsto no Sudeste, segundo o Ministério da Saúde. A recomendação do governo é que esses Estados mantenham a campanha de vacinação. Embora não apresente casos confirmados, apenas três em investigação, a Bahia iniciou campanha em oito municípios nesta segunda-feira (19).

Saiba mais: quem não pode tomar vacina

A meta do Ministério da Saúde é vacinar 95% da população. Em Minas Gerais, esse percentual está em 84,52%. Estima-se que 3.073.262 pessoas ainda não foram imunizadas, principalmente na faixa etária de 15 a 59 anos. Entre os 853 municípios do Estado, 289 não alcançaram 80% de cobertura vacinal.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001