Febre é um dos sintomas do novo coronavírus
EFE/EPA/YONHAP

O relato de uma chinesa, moradora de Wuhan, que viajou à França mesmo após apresentar febre e sintomas gripais deixou em alerta autoridades de saúde dos dois países.

Junto às fotos que tirou em um restaurante francês, a mulher relatou em uma rede social que teve febre e tosse antes de viajar, mas teria tomado um remédio, o que fez com que passasse despercebida pela checagem de temperatura a que os passageiros procedentes de Wuhan são submetidos ao desembarcar.

No entanto, o relato chegou ao conhecimento do governo chinês, que emitiu uma nota.

“Nossa embaixada [na França] recebeu vários telefonemas e e-mails de nacionais chineses sobre uma mulher de Wuhan que postou nas mídias sociais sobre tomar deliberadamente remédios contra febre para evitar as verificações de temperatura do aeroporto.”

A embaixada da China acrescentou que entrou em contato com a cidadã, identificada apenas como “senhora Yan”.

“Pedimos que ela ligasse para a linha direta de emergência francesa para ser tratada pelos departamentos relevantes”, o serviço consular chinês.

Leia também: Sopa de morcego pode ter relação com surto de coronavírus 

Wuhan é o epicentro do surto da doença provocada pelo novo tipo de coronavírus (2019-nCoV), que provoca sintomas semelhantes aos de uma gripe, acompanhados de pneumonia. 

Aeroportos de todo o mundo que recebem voos diretos ou com conexão de Wuhan adotaram o escaneamento de temperatura como medida de prevenção. Passageiros que desembarcarm com febre são isolados e testados para o 2019-nCoV. 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001