Toda dor de garganta
é amidalite? Não. Amidalite é inflamação ou infecção na região das amídalas.
Faringite é a inflamação ou infecção na faringe e laringite é a inflamação ou
infecção na laringe. Todas podem gerar febre, tosse e dor local. Já a laringite
também pode provocar rouquidão. A faringe conecta o nariz e a boca, e a laringe,
a boca ao esôfago, de acordo com definição do Ministério da SaúdePor que a gripe dá
dor de garganta? A gripe é um quadro viral que atinge as vias aéreas
superiores, transmitida por gotículas salivares ou secreções de pessoa para
pessoa. Manifesta-se com febre, espirros, tosse, congestão nasal e dor muscular.
A dor de garganta pode ocorrer pelo gotejamento nasal que gera irritação da
garganta e, consequentemente, tosse e dor, ou porque o vírus também pode
acometer essa região, no caso de amidalite ou faringite viral Quando uma dor de garganta pode ser considerada recorrente? Não há um número pré-estabelecido na literatura médica em relação a faringites de repetição. Em relação às amidalites, são considerados recorrentes 7 episódios de infecção em um ano ou 5 episódios em 2 anos consecutivos ou ainda 3 episódios de infecções em 3 anos consecutivos. Normalmente, é recorrente em pessoas suscetíveis, como crianças e adolescentes, expostos à fumaça do cigarro, com alergias ou baixa imunidadeQual a diferença da dor de garganta causada por vírus e por bactéria? Ambos os quadros podem apresentar febre, dor de garganta, tosse e dor no corpo. Quadros virais tendem a ser mais brandos, com menos dor e febre mais baixa. Quadros bacterianos tendem a ser mais severos, com dores mais intensas e febre mais altaExiste dor de
garganta causada por fungo? Tomar água de filtro sujo pode provocar doença na
garganta? Sim. É a chamada candidíase oral ou monilíase oral. Manifesta-se
como placas brancas destacáveis em mucosa jugal (bochecha), na faringe ou na
base da língua. Ela é causada por fungos que já habitam a flora bucal e que
invadem esses tecidos no momento em que a pessoa tem alguma alteração
imunológica, por exemplo, descompensação do diabetes, HIV, pessoas
transplantadas ou que estão realizando tratamento oncológico com
quimioterápicos. Portanto, o contato com filtros sujos tem pouca influência, já que o que vai ditar a doença é a imunidade da pessoa A dor de garganta está ligada à baixa resistência? Sim, pode estar. Pessoas que estão dormindo pouco, alimentando-se mal, tenha doenças como diabetes mal controlado, HIV e tumores, podem ter oscilação na imunidade e se tornarem mais susceptíveis a quadros infecciososO que fazer se estiver ligada à baixa imunidade? Adequar o que está interferindo na imunidade.
Dormir e acordar em horário correto, ingerir bastante líquido, alimentar-se de
forma saudável, tratar as alergias respiratórias, se for o caso, além de
procurar doenças que possam estar alterando a imunidade como diabetes e tumoresPor que tem gente que
tem dor de garganta ao dormir de cabelo molhado? A friagem corporal pode
oscilar a imunidade e gerar aumento da chance de um quadro infeccioso viral. Esse
quadro pode levar à tosse, espirros, coriza e dor de gargantaQuais são as principais causas da dor de garganta? Infecções virais e bacterianas. Outras causas são alergias, refluxo e câncerComo prevenir que a
dor de garganta volte? Ter um estilo de vida saudável. Beber bastante água,
dormir e acordar em horário correto, manter locais arejados, evitar contato com
pessoas doentes e lavar bem as mãosComo é o tratamento
para quem tem dor de garganta recorrente? Além de todas as recomendações anteriores,
é possível introduzir medicamentos imunoestimulantes e, nos casos das amidalites
de repetição, é possível indicar cirurgia de remoção das amídalasPor que há casos em
que a pessoa acabou de tomar antibiótico para infecção bacteriana e em poucos
dias tem dor de garanta novamente? Ou a pessoa está desenvolvendo um quadro
viral ou o antibiótico pode não ter sido efetivo para eliminar todas as
bactérias. Neste caso, o paciente necessita de um antibiótico com maior
espectro de ação. Há ainda uma outra hipótese: a de resistência bacteriana, ou
seja, o antibiótico não foi suficiente para exterminar as bactérias, pois elas
criaram mecanismos de defesa –  nesses
casos, devem ser utilizados antimicrobianos que combatam a resistência
bacteriana

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001