<img src=’https://img.r7.com/images/natal-vegetariano-e-sem-alcool-ainda-e-para-poucos-dizem-os-chefs-21122023121748907′ /><br />
As festas de fim de ano são marcadas pela fartura. No entanto, nem sempre eles são as opções que estão no cardápio de quem está de dieta. Entre as maiores recomendações está se alimentar antes de ir a uma festa ou levar outras opções — e ficar olhando e passando vontade das delícias natalinas. Mas e se desse para adaptar a dieta à ceia de Natal? É o que a nutricionista&nbsp;Bianca Gonçales e o endocrinologista&nbsp;Renato Zilli, da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), comentam a seguir:Os especialistas afirmam que é possível, sim, fazer adaptações na dieta durante o período de festas."Optar por porções menores, escolher opções mais saudáveis e
incluir alimentos ricos em fibras e proteínas são estratégias úteis", diz Bianca. Ela afirma que a adaptação da dieta&nbsp;nas festas é importante para manter o equilíbrio e promover
a adesão ao programa de saúde, evitando sentimentos de privação e culpaZilli acrescenta que o fato de a pessoa poder montar seu prato livremente ajuda a fazer escolhas mais saudáveis e comer alimentos diversos, mas sem exageros. A dica do endocrinologista é "provar de tudo um pouco", em um único prato, ter moderação e bom senso, mastigando bem os alimentos e esperando. "Bastam apenas 15 minutos para que a gente se sinta satisfeito"Entre os alimentos que estão liberados na noite de Natal, os especialistas citam vegetais, saladas,
carnes magras e opções com baixo teor de gordura. No entanto, Zilli alerta para os molhos que podem ser consumidos junto de saladas, que podem ser mais calóricos e gordurosos e, portanto, merecem atençãoJá alimentos que exigem consumo moderado, segundo a nutricionista, são aqueles ricos em açúcar,
gorduras saturadas e exagero de carboidratos, por isso é preciso atenção para que não haja um excesso calórico. Assim, já rola uma desculpa para não comer aquele arroz com uva-passa pela quantidade de carboidratos, não é mesmo?&nbsp;Agora, os alimentos que devem ser dispensados, apesar das adaptações da dieta ao período, são aqueles que são processados, ricos em
açúcares refinados e gorduras trans — isso porque o consumo desses itens pode não apenas atrapalhar a perda de peso, mas também impactar negativamente a saúde, inclusive de quem não está de dietaAs bebidas alcoólicas são comuns no período de festas. "A bebida alcoólica faz com que a gente consuma calorias líquidas. É importante que as pessoas intercalem a ingestão das bebidas com a comida e que se mantenham hidratadas, bebam água, de fato", diz ZilliPor fim, os especialistas lembram que a manutenção do peso e do bem-estar depende, também, da rotina de exercícios físicos, que podem continuar a ser praticados durante o período. "É possível evitar o ganho de peso ao equilibrar as escolhas
alimentares, praticar moderação e manter a prática regular de atividade física
durante as festas.&nbsp;Lembre-se de
manter-se hidratado, ouvir os sinais de fome e saciedade, e não se esqueça da
importância do descanso e dos exercícios para o bem-estar geral durante as
celebrações", finaliza Bianca

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001