Haemagogus e sabethes, mosquitos transmissores da febre amarela, são silvestres
Raquel Portugal/Fundação Oswaldo Cruz

O Estado de São Paulo registrou 12 casos de febre amarela este ano, sendo que seis evoluíram para morte, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira (22). Há 32 casos em investigação.

Leia também: Foco da febre amarela no verão será no litoral de SP e Vale do Ribeira

Entre os casos confirmados, 83% são trabalhadores rurais com 45 anos em média, “perfil tradicional registrado no país”, segundo a pasta.

As vítimas se infectaram nos municípios de Eldorado (9 casos, 4 mortes); Jacupiranga (1 morte); Iporanga (1 morte) e Cananeia (1 caso).

A Secretaria afirma que orientou a intensificação da vacinação nas cidades do Vale do Ribeira, região de maior incidência da doença no momento e com apenas 66% de cobertura vacinal.

Também definiu um protocolo de atendimento no qual todos os casos suspeitos de febre amarela sejam direcionados ao Hospital Regional do Vale do Ribeira, em Pariquera-Açu, segundo a pasta, referência em média e alta complexidade.

Saiba mais: 2 morrem e 6 estão internados no Vale do Ribeira, em SP

As ações contra a doença incluem visita casa a casa e captação de mosquitos para análise da presença de vírus, segundo a pasta.

A região do Vale do Ribeira é visitada especialmente no verão, já que dispõe de diversos pontos turísticos como a “Caverna do Diabo” e o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira).

Leia também: Ainda não tomou a vacina contra febre amarela? Tire suas dúvidas

A secretaria ressalta que os turistas que planejam visitar o local devem se imunizar 10 dias antes da viagem. A vacina contra a febre amarela é oferecida gratuitamente pela rede pública.

Entenda as diferenças de sintomas entre febre amarela, dengue, gripe, zika e chikungunya:

 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001