Vacinação continuará disponível em ão Paulo a partir de segunda-feira (2)
Flavia Villela/Agência Brasil

A campanha de vacinação fracionada contra a febre amarela, que terminaria neste sábado (30) em São Paulo, será mantida, a partir de segunda-feira (2) sem data prevista para término. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (29) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Alguns postos funcionarão neste sábado. A partir de segunda-feira (2), todas as 466 UBS da cidade irão disponibilizar a vacina após o término do jogo da seleção brasileira na Copa da Rússia, a partir das 15h. Antes desse horário, as UBS estarão fechadas.

Saiba mais: Febre amarela continua se expandindo pelo país

A confirmação da morte de três macacos no último dia 15 pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde demonstraram que o vírus continua circulando na cidade mesmo no inverno. Foram dois saguis e um bugio localizados nos bairros de São Domingos, Cangaíba e Parelheiros.

A imunização contra a febre amarela na capital paulista é considerada baixa. Cerca de 6,6 milhões de pessoas foram vacinadas, segundo o último boletim da Secretaria, divulgado na última quinta-feira (28). Isso representa cobertura de 57%. O número é considerado abaixo da meta, que é vacinar 95% da população.

Este ano, São Paulo registrou 7 mortes e 120 casos da doença, sendo 14 deles autóctones – contraídos no próprio município.

Leia também: Saiba quem não pode tomar a vacina da febre amarela

Apesar dos casos autóctones, a Secretaria ressalta que a transmissão da febre amarela permanece silvestre. Não há transmissão urbana. O que diferencia uma da outra é o vetor de transmissão. No caso da silvestre, são os mosquitos Haemagogus e Sabethes e, no caso da urbana Aedes aegypti.

No Brasil, são 415 mortes e 1.266 casos registrados de febre amarela de julho do ano passado até 16 de maio, data do último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. O próximo boletim será divulgado depois que acabar o período de monitoramento da doença, que é em julho, segundo o Ministério.

Para receber a vacina na capital é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão SUS.

Veja as alternativas para quem não pode tomar a vacina da febre amarela:

 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001