A fibromialgia é uma síndrome dolorosa generalizada. De acordo com o reumatologista Eduardo Paiva, membro da Comissão de Fibromialgia da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a fibromialgia causa fortes dores musculares e deixa os pacientes mais suscetíveis, podendo amplificar a sensibilidade do pacienteA fibromialgia é uma condição mais comum entre as mulheres, sendo identificada entre os 30 e 50 anos. Entre os sintomas que a síndrome pode apresentar, além das dores musculares, o paciente pode sentir cansaço, fadiga, sono com a sensação de não ter descansado bem, alterações de memória e de humor. Paiva afirma que, embora muitas pessoas se confundam, a dor não ocorre na articulação, e, sim, nos músculosPaiva afirma que as causas da fibromialgia ainda não são identificadas, porém, sabe-se que ela tem um caráter genético, o que aumenta as chances do desenvolvimento da condição. Fatores como estresses emocionais e físicos podem ajudar a desencadear a fibromialgia em quem tem a tendência para a condiçãoO diagnóstico da fibromialgia é feito, principalmente, de maneira clínica, submetendo o paciente a um exame físico e questionando sobre os sintomas. Exames de sangue podem ser solicitados pelo médico para que sejam descartados  outros problemas com características parecidas com a doençaO reumatologista afirma que, por conta das dores, é comum que os pacientes com fibromialgia desenvolvam problemas de ansiedade e depressão. “Embora muita gente acredite que a fibromialgia seja desenvolvida pelo quadro psicológico, a questão é na verdade ao contrário. Como as dores afetam a qualidade de vida do paciente, a pessoa se sente mais desanimada, e aí desenvolve a depressão”, afirmaO reumatologista afirma que a fibromialgia não interfere na fertilidade da mulher. Entretanto, durante o ciclo menstrual, a condição faz com que a sensibilidade da mulher fique maior, aumentando as dores das cólicas e deixando-as mais emotivasPaiva afirma que a fibromialgia pode ser facilmente tratada com analgésicos, relaxantes musculares e antidepressivos, e que, para melhorar as dores e a qualidade de vida do paciente, atividades físicas aeróbicas são fundamentais na vida de quem tem fibromialgia*Estagiária do R7 sob supervisão de Ingrid Alfaya

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001