Santiago começa a deixar a quarentena na próxima semana

Elvis Gonzalez / EFE – 17.8.2020

O Chile anunciou nesta quarta-feira (26), a reabertura de vários dos bairros mais populosos da periferia de Santiago e que, por outro lado, a quarentena começou em algumas cidades da região central do país, enquanto o número de mortes pelo novo coronavírus se aproxima de 11 mil.

Leia mais: Sistema de saúde no Chile alivia, mas números seguem crescendo

Entre as comunas que deixarão a quarentena a partir da próxima segunda-feira estão La Florida, Maipú, Pedro Aguirre Cerdá e Cerrillos, que têm uma alta densidade e um grande número da população que está desempregada ou no setor informal.

Veja também

Chile supera os 400 mil casos de infecção pelo novo coronavírus
Coronavírus: Como o Chile precisou mudar estratégia contra a covid-19 após disparada de casos

“Estas decisões são tomadas com números em mãos. Maipú tem uma variação negativa estimada de 30% dos casos, um grande número de testes laboratoriais e 48% de ocupação de leitos de UTI”, disse o Ministro da Saúde, Enrique Paris, em entrevista coletiva.

Os bairros mais ricos do leste de Santiago, assim como o movimentado centro da cidade, estão na segunda fase do plano para reabertura gradual, com liberdade de deslocamento durante a semana, quarentena aos sábados e domingos, e algumas lojas de negócios não essenciais de volta à atividade.

Foco muda para o norte do país

Enquanto a pandemia está recuando em Santiago, o foco principal durante meses, a preocupação permanece no norte do Chile e em grandes cidades do sul, como Concepción, com 200 mil habitantes, que retornarão à quarentena obrigatória a partir da próxima sexta-feira devido ao aumento do contágio.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.371 novos casos de coronavírus em território chileno, o que elevou o total desde o começo da pandemia para 402.365. Já o número de mortes por Covid-19 se aproximou de 11 mil, com 10.990, depois que mais 32 foram confirmadas. Há ainda cerca de 4 mil óbitos suspeitos, mas que ainda dependem de exames laboratoriais.

“A taxa nacional caiu para 78 casos por 100 mil habitantes”, enalteceu Paris, indicando que a taxa positiva do total de exames realizados foi de 6,7% nesta quarta.

Quanto aos pacientes internados, foi relatado que atualmente há 1.004 pessoas em terapia intensiva, das quais 148 estão em estado crítico

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001