Élcio era o nº 2 da Saúde desde a chegada de Pazuello
Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro e o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, exoneraram o coronel Élcio Franco do cargo de secretário executivo da pasta. Élcio era o número dois do órgão desde junho do ano passado, quando o general Eduardo Pazuello assumiu o comando do ministério interinamente, levando para lá vários militares para ocupar postos estratégicos.

Élcio Franco estava à frente de algumas das principais ações do ministério de combate à pandemia de covid-19, como negociações por compra de vacinas, e era considerado pelos secretários estaduais de Saúde o porta-voz do órgão na crise de medicamentos que atinge praticamente todos os Estados do País. O coronel também tinha participação frequente nas entrevistas coletivas à imprensa sobre os temas da pandemia.

Veja também

Brasil
Bolsonaro indica que tomará cloroquina se for reinfectado pela covid

Brasil
OAB pede que Eduardo Pazuello seja denunciado gestão da Saúde

Christina Lemos
Time de Eduardo Pazuello começa a deixar o Ministério da Saúde

A exoneração do coronel está publicada em decreto no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (26). O documento não traz o nome do substituto de Élcio. Mas Queiroga deve nomear o engenheiro Rodrigo Otávio da Cruz como secretário executivo da Saúde. A escolha é uma tentativa de aumentar os quadros técnicos e melhorar a gestão do ministério, principalmente relacionada à logística de distribuição de vacinas.

O nome de Cruz foi indicado a Queiroga pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Aos 39 anos, ele é atualmente secretário executivo adjunto da pasta de Freitas e foi responsável por operações como o transporte de máscaras da China e o transporte de medicamentos.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001