Autoridades médicas estudaram vínculo entre vacinas e miocardite
Ronen Zvulun/Reuters

O ministério da Saúde israelense anunciou, nesta quarta-feira (2), que os adolescentes entre 12 e 15 anos poderão ser vacinados contra a  covid-19. apesar de “um vínculo possível” entre a vacina da Pfizer e a miocardite, uma inflamação no músculo do coração, em jovens.

Na terça-feira (1º), Israel levantou praticamente todas as restrições por covid após uma ampla e rápida campanha de vacinação em nível nacional para maiores de 16 anos. Nesse dia, foram registrados apenas quatro novos casos.

O anúncio foi feito após o ministério da Saúde israelense concluuir as investigações sobre um possível vínculo entre a miocardite, ou inflamação do músculo cardíaco, e a vacina da Pfizer aplicada no país.

Veja também

Internacional
Refinaria de petróleo pega fogo após explosão em gasoduto no Irã 

Internacional
Manada de elefantes selvagens se aproxima de cidade chinesa

Internacional
Romênia se torna 1º país da UE a vacinar adolescentes contra covid

Uma sequência de 275 casos de miocardite ocorridos entre dezembro de 2020 e maio de 2021 sobre mais de cinco milhões de pessoas vacinadas, determinou que 148 deles “ocorreram muito perto do momento da vacinação”, 27 após a primeira dose e 121 depois da segunda.

“Existe alguma probabilidade de um eventual vínculo entre a segunda vacina e a aparição de miocardite entre meninos jovens de 16 a 30 anos”, disse o ministério, e “foi mais forte entre a faixa etária mais jovem, entre 16 e 19”.

Além disso, o ministério indicou que 95% das pessoas com miocardite “foi considerada com casos leves” e recomendou a vacinação “para os grupos de risco, incluindo adolescentes com risco médico de desenvolver casos graves de coronavírus, adolescentes que vivem com familiares de risco e as famílias que planejam viajar para o exterior”.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001