Como saber exatamente se entrei ou não na menopausa? A ausência da menstruação por um ano, entre 48 e 50 anos, indica que você entrou na menopausa, o final da vida reprodutiva, segundo o ginecologista Cesar Fernandes, presidente da Febrasgo (Federação Brasileira de
Ginecologia e Obstetrícia). Ele ressalta que essa ausência costuma vir acompanhada de outros sintomas, sendo o principal as ondas de calor, chamadas de fogacho. Caso ainda reste dúvida se entrou ou não na menopausa, a orientação é passar por uma consulta ginecológicaMenopausa causa secura nos
olhos? Pode causar, de acordo com o ginecologista. A menopausa é marcada pela interrupção da produção do estrógeno pelos ovários. A falta desse hormônio repercute em todo o corpo, inclusive da produção lacrimal, causando secura nas mucosas O início da menopausa tem a
ver com o início da menstruação? Por exemplo, quem começou a menstruar cedo irá
entrar na menopausa cedo? Não há qualquer correlação, explica Fernandes. O que determina quando ocorrerá a menopausa é a quantidade de óvulos que uma mulher produz durante a vida, o que é definido geneticamente. Vale lembrar que a mulher já nasce com o número de óvulos que será disponibilizado ao longo de sua vida reprodutiva Com a menopausa pode vir
também a depressão? Sim, segundo o presidente da Febrasgo, principalmente nos primeiros anos da menopausa. Ele explica que a falta do estrógeno repercute em todo organismo, inclusive no cérebro, na produção de neuro-hormônios como a adrenalina e a serotonina, mediadores químicos relacionados com a depressão. Mas ele ressalta que o surgimento da depressão nessa fase depende de predisposição genética. “Só a falta do estrógeno em si não determina
isso”, dizNa menopausa, a mulher pára de
produzir estrógeno ou esse hormônio ganha outra função? Fernandes afirma que o organismo pára de produzir o hormônio. “Quem produz o estrógeno são os ovários. Existe uma produção extra-ovariana, mas é ínfima e insuficiente para manter a quantidade do hormônio necessária para manter suas funções”, explicaA reposição hormonal aumenta o risco de câncer de mama? Qual a terapia indicada hoje? A reposição hormonal pode levar ao aumento do risco de câncer de mama após cinco anos de tratamento, mas esse risco é mínimo, segundo o ginecologista. Ele explica que atualmente são utilizados hormônios naturais em baixas doses, suficientes apenas para
para manter os níveis do estrógeno para reverter os sintomas da menopausa, como o fogacho e o ressecamento vaginal e da pele Há um aumento da chance de câncer de
mama depois da menopausa, mesmo sem reposição de hormônio? O risco de câncer de mama aumenta com a idade, de acordo com Fernandes. “O risco é etário, independentemente da complementação hormonal”, afirmaComo lidar com a secura
vaginal da menopausa? O que é possível fazer para não ter dor na relação
sexual e nos exames ginecológicos? O médico explica que, primeiramente, é preciso que a mulher passe por uma consulta ginecológica para avaliação da mucosa vaginal, que irá confirmar se a dor está realmente relacionada à falta de hidratação ou se trata-se de um outro problema. O tratamento, segundo ele, pode ser por medicação oral ou local, sendo a local mais eficiente, que consiste no uso de um hidratante à base de estrógeno entre 3 e 6 mesesA menopausa diminui o desejo
sexual? Segundo o presidente da Febrasgo, sim. Ele afirma que a falta de estrógeno compromete o desejo, além de causar dificuldade para ter relações sexuais, devido ao ressecamento vaginal, que provoca dor. A reposição hormonal, de acordo com o médico, ajuda a minimizar os sintomas da menopausa, mas ele ressalta que “não vão resolver o problema se o relacionamento afetivo não tiver qualidade” O que ninguém conta sobre a menopausa? Na opinião de Cesar Fernandes, as mulheres têm uma impressão equivocada da menopausa. “As mulheres não gostam nem de receber o diagnóstico. Vêem como uma sentença, o fim da vida. Mas não é. A menopausa ocorre em torno dos 50 anos e a expectativa de vida das mulheres excede os 80. É possível viver após a menopausa com qualidade de vida, de uma forma gratificante, se ela se tratar”, afirma 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001