Mulher foi presa por vender cestas básicas doadas pela Prefeitura de SP
Divulgação/Polícia Civil de São Paulo

Uma mulher foi presa por policiais civis 2ª Delegacia de Crimes Contra a Administração, nesta terça-feira (13), após ser acusada de cobrar R$ 10,00 de população carente para entregar cestas básicas doadas pela Prefeitura de São Paulo.

Segundo a denúncia, a fraude estava sendo praticada pela Ong (Organização Não Governamental) Educacional Tabernáculo, localizada na  Rua Giacomo Quirino, 76, no bairro José Bonifácio, na zona leste da capital paulista.

Leia também

Sem distanciamento, passageiros se arriscam na ida ao trabalho em SP

Integrante do PCC e procurado pela justiça, homem é preso em SP

Passageiros esperaram por mais tempo no Metrô de SP em 2020

A dona da Ong, identificada pelo prenome de Edna, cobrava a quantia para entregar a cesta básica e pedia que o pagamento fosse feito por PIX preferencialmente.

De acordo com o delegado da Polícia Civil Mario Palumbo, a Prefeitura de São Paulo doou 800 cestas básicas para a Ong distribuir para famílias carentes na zona leste.

Após receber a denúncia, policiais civis estiveram nesta terça-feira (13)  na sede da Ong Educacional Tabernáculo e apreenderam parte das cestas básicas que estavam estocadas.

A mulher foi presa e indiciada por peculato, que é um crime cometido contra a administração pública.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001