Estabelecimentos que não vendem produtos essenciais terão de ficar fechados
EFE

No momento em que a Inglaterra registra os piores números de mortes por covid-9, um novo confinamento entra em vigor nesta quinta-feira (5) no país. Segundo o governo britânico, a medida não será tão prejudicial para a economia e deve terminar em 2 de dezembro.

De acordo com os últimos números oficiais, o Reino Unido registrou 492 óbitos, o maior número diário desde 19 de maio – quando 500 foram notificados –, e agora soma um total de 47.742 mortes desde o início da pandemia.

Veja também

Pandemia: segunda onda de contaminações

Nova onda de Covid vai atrapalhar recuperação da zona do euro em 2021, diz Comissão Europeia
UE prevê queda menor do PIB da zona do euro, mas covid-19 compromete recuperação

Além disso, 25.177 novos casos do novo coronavírus foram detectados no país após a realização de testes laboratoriais. Com esses novos positivos registrados, o número de pessoas infectadas chega a 1.099.059 desde o início da pandemia.

A partir desta quinta-feira, estabelecimentos que não vendem produtos essenciais terão de ficar fechados.  Escolas e universidades seguirão abertas, mas o governo pede à população que trabalhe em casa, a menos que seja vital sair para exercer seu ofício.

O Parlamento britânico aprovou nesta quarta-feira (4) as medidas restritivas na Inglaterra ordenadas pelo governo.

Este é o segundo bloqueio, depois do primeiro ocorrido no final de março para conter a primeira onda de Covid-19.

Além da Escócia e Irlanda do Norte, que impuseram uma série de restrições, o País de Gales mantém um bloqueio nacional até meados deste mês para conter a disseminação do coronavírus.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001