<img src=’https://img.r7.com/images/cigarro-eletronico-vape-06122023081040655′ /><br />

Vapes contêm nicotina e viciam
Mike Blake/Reuters

A OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu nesta quinta-feira aos governos que tratem os cigarros eletrônicos de forma semelhante ao tabaco e proíbam todos os sabores, ameaçando as apostas das empresas de cigarros em alternativas ao fumo.

• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
• Compartilhe esta notícia pelo Telegram
• Assine a newsletter R7 em Ponto

Alguns pesquisadores, ativistas e governos veem os cigarros eletrônicos, ou vaporizadores, como uma ferramenta fundamental na redução das mortes e doenças causadas pelo tabagismo. Mas a agência da ONU disse que são necessárias “medidas urgentes” para controlá-los.

Citando estudos, a OMS afirmou que não há provas suficientes de que os vapes ajudem os fumantes a deixar de fumar, disse que eles são prejudiciais à saúde e que podem levar à dependência da nicotina entre os não fumantes, especialmente crianças e jovens.

Veja também

Saúde
Em meio a nova onda de calor, pacientes com doenças crônicas devem evitar choque térmico

Saúde
Casos de Covid-19 aumentam em estados do Nordeste, diz Fiocruz

Saúde
Como as infecções virais causam problemas de saúde a longo prazo

Mais jovens entre os 13 e os 15 anos utilizam vapes do que adultos em todas as regiões da OMS, devido ao marketing agressivo, acrescentou a organização. 

“Os jovens estão sendo recrutados e presos desde cedo ao uso de cigarros eletrônicos e podem ficar viciados na nicotina”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, exortando os países a implementar medidas rigorosas.

A OMS apelou a mudanças, incluindo a proibição de todos os agentes aromatizantes, como o mentol, e a aplicação de medidas de controle do tabaco aos vapes, incluindo impostos elevados e proibição de uso em locais públicos.

A OMS não tem autoridade sobre as regulamentações nacionais e apenas fornece orientações. Mas as suas recomendações são frequentemente adotadas voluntariamente.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001