O Parque Anhanguera é um dos que vai reabrir a partir do dia 30 de março
Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Vinte e sete parques municipais das regiões norte e sul de São Paulo, fechados em outubro do ano passado, devido ao risco de contaminação da febre amarela, serão reabertos ao público no próximo dia 30 de março. A informação foi dada pela prefeitura. Só permanecerá fechado o Parque do Carmo, na região de Itaquera.

A decisão foi anunciada pela Secretaria Municipal da Saúde que informou ter atingido 50% da meta de vacinação contra a doença. A recomendação é que as pessoas que forem aos parques estejam vacinadas.

“É preciso que os frequentadores se conscientizem de que o vírus da febre amarela pode continuar circulando por estas áreas e, por isso, é importante se vacinar e esperar no mínimo 10 dias, o tempo necessário para estar imunizado, para frequentar os parques sem risco de infecção”, afirmou o secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo de Castro.

Vacinação

A Secretaria da Saúde informou que desde segunda-feira (19) a vacina contra a febre amarela está disponível em todas as unidades de saúde da capital. A campanha prossegue até o dia 30 de maio.

“Não há motivo para pânico ou formação de filas de madrugada, pois a dose estará disponível para todos e por um período razoável de tempo. Já conseguimos uma boa cobertura em regiões como a norte e sul e esperamos ampliar a imunização nas outras áreas da cidade com a expansão da campanha”, disse o secretário da Saúde, Wilson Pollara.

Para receber a vacina, o usuário deve comparecer à Unidade Básica de Saúde com documento de identificação e, se possível, com o cartão SUS e de vacinas. O atendimento será realizado levando em conta a capacidade operacional de cada unidade.

Parque que serão reabertos:

Parque Anhanguera – Perus

Parque Cidade de Toronto – Pirituba

Parque Jacintho Alberto – Pirituba

Parque Jardim Felicidade – Jardim Felicidade

Parque Linear Canivete – Jardim Damasceno

Parque Linear Córrego do Bispo (em implantação) – Jardim Peri

Parque Lions Clube Tucuruvi – Jardim Leonor Mendes de Barros

Parque Pinheirinho D’Água – Jaraguá

Parque Rodrigo de Gásperi – Vila Zati

Parque São Domingos – Parque São Domingos

Parque Sena – Palmas do Tremembé

Parque Senhor do Vale – Parque Nações Unidas

Parque Tenente Brigadeiro Faria Lima – Parque Novo Mundo

Parque Santo Dias – Capão Redondo

Parque Jd. Herculano – Jd. Herculano

Parque M’Boi Mirim – Jardim Ângela

Parque Guarapiranga – Parque Alves de Lima

Parque Cemucam – Jd. Passárgada – Cotia

Parque Raposo Tavares – Jardim Olympia

Parque Juliana de Carvalho Torres (COHAB Raposo Tavares) – Cohab Raposo Tavares

Parque Linear Feitiço da Vila – Chácara Santa Maria

Parque Linear Parelheiros – Jardim Novo Parelheiros

Parque Linear Sapé – Rodovia Raposo Tavares até Avenida Engenheiro Politécnico

Parque do Chuvisco – Jardim Aeroporto

Parque do Cordeiro Martin Luther King – Chácara Monte Alegre

Parque Severo Gomes – Granja Julieta

Parque Linear Invernada – Campo Belo

Macacos não transmitem a febre amarela

A prefeitura ressalta que, como os humanos, os macacos são vítimas da febre amarela e não transmissores. 

Os únicos agentes transmissores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes, encontrados nas zonas de mata e que costumam circular em copas de árvores.

Os macacos, pelo contrário, servem de indicadores da doença. Como os mosquitos estão presentes na mata, conforme primatas morrem infectados, servem de indicadores para o vírus no local. 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001