Ruas movimentadas não serão fechadas em BH
Record TV Minas

As ruas de Belo Horizonte que, tradicionalmente, têm bares mais movimentados não serão fechadas, ao contrário do que a prefeitura cogitava. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão de BH, André Reis.

Durante a coletiva de imprensa que confirmou as regras para a reabertura de bares e academias, o secretário afirmou que a prefeitura deve divulgar a lista de quarteirões que serão fechados na próxima semana, mas alguns locais já estão descartados.
— De forma alguma locais com propensão de “virar Carnaval” serão fechados. A proposta ainda está sendo analisada.

Veja: Academias vão reabrir em BH a partir da próxima semana

Veja também

Apenas metade dos restaurantes em BH deve reabrir, diz entidade
BH tem ruas cheias e restaurantes sem self-service em reabertura
Ônibus de BH farão 400 viagens a mais para atender comércio
Mais de 8 mil estabelecimentos poderão abrir em BH a partir de hoje
Prefeitura de BH contradiz Justiça e diz que bares não podem abrir

Proposta

A proposta de fechamento de ruas para que haja distanciamento entre os frequentadores dos bares, com a instalação de mesas nas ruas, foi apresentada durante uma reunião realizada entre representantes da prefeitura e do comércio da capital, no dia 21 de julho.

Cerca de 70 ruas e quarteirões estão sendo mapeados pela BHTrans (Empresa de Trânsito e Transporte Público de Belo Horizonte) e pela Secretaria Municipal de Políticas Urbanas.

Bares reabertos

A reabertura dos bares e restaurantes em Belo Horizonte foi confirmada na noite da última quarta-feira (27), após uma audiência entre a prefeitura, entidades do setor e membros do Tribunal de Justiça.

Pelo acordo firmado em audiência de conciliação, os estabelecimentos poderão funcionar entre sexta e domingo, a partir do dia 4 de setembro e com a venda de bebidas alcoólicas.

O funcionamento do setor se tornou uma batalha judicial. No fim de julho, o juiz Wauner Machado determinou a reabertura dos estabelecimentos, mas a liminar foi derrubada dois dias depois. Um mês depois, o mesmo juiz concedeu outra liminar que foi contestada pelo Executivo. Mesmo assim, alguns bares seguiram a decisão judicial e voltaram a funcionar.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001