Renan tomou primeira dose da vacina contra covid
Wander Roberto/Inovafoto/CBV

A alta estava prevista para a manhã deste sábado (22), mas Renan Dal Zotto não quer mais perder tempo internado em um hospital, no Rio. O técnico da seleção brasileira de vôlei já está em casa, depois de 36 dias com um quadro grave de covid-19.

Renan deixou o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Samaritano de Botafogo no Rio, na quarta, e, dede então, vem se recuperando bem. Na última quinta, segundo o amigo e vice-presidente da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), Radamés Lattari, já conseguia respirar sem ajuda de aparelhos e caminhar por mais tempo pelo quarto.

 

 

 

 

 

Leia também

CBV eleva o tom e se diz vítima em operação que mira ex-presidente

 

 

 

 

 

Internado desde 16 de abril, Renan, de 60 anos, foi extubado pela segunda vez no início deste mês. Em casa, ele poderá fazer os exercícios de fisioterapia respiratória e motora.

“Renan está bem, com a família, e seguirá fazendo fisioterapia respiratória e motora enquanto já acompanha, de maneira remota e dentro da limitação indicada, o dia a dia da seleção na disputa da Liga das Nações”, escreveu a CBV, em comunicado.

O técnico já tomou a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, em Santa Catarina. Ele se enquadrava no grupo prioritário da saúde por ser profissional de Educação Física.

O Brasil se prepara para a disputa da Liga Mundial e também dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Enquanto Renan se recupera, o auxiliar Carlos Schwanke comanda o time com o apoio da comissão técnica.

Craques querem Olimpíada, mas clubes podem atrapalhar planos

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001