UTI do hospital Emílio Ribas em SP
Suamy Beydoun / Estadão Conteúdo – Arquivo

O mês de janeiro é o que mais registrou novos casos de covid-19 no estado de São Paulo desde o início da pandemia. Foram 268.997 infecções confirmadas até esta quarta-feira (27), a quatro dias do fim. O mês com maior número de infectados era agosto, com 262.038 novos casos.

A média móvel de sete dias já passa de 200 mortes por dia em todo o estado desde a segunda semana de janeiro, patamar registrado no pico da primeira onda da pandemia, entre junho e agosto.

Leia também

Ministério da Saúde nega ‘desvio’ de doses de vacina a indígenas

Ministério Público do Amazonas pede prisão do prefeito de Manaus

Secretários de saúde defendem que vacina vá para grupos vulneráveis

Desde o início da pandemia, o estado contabiliza 52.170 mortes e 1.731.294 casos confirmados do novo coronavírus. O total de recuperados é 1.488.343 pacientes. Deles, 176.111 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

Até 10h30 desta quarta, as taxas de ocupação dos leitos de UTI eram de 70,7% na Grande São Paulo e de 70,9% no Estado. O número de pacientes internados estava 13.260, sendo 7.303 em enfermaria e 5.957 em UTIs. Todos os 645 municípios têm ao menos um infectado e 618 já registraram ao menos uma morte. 

Veja também

Diário Digital
Municípios poderão responder por ‘fura-fila’ das vacinas, alerta Secretário de Saúde

Cidades
Médica debocha de intubação de pacientes com covid-19 em RO

Saúde
Covid-19: Antiviral espanhol reduz 99% da carga viral, diz estudo

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001