As lesmas, encontradas eventualmente em saladas, são vetores de vermes, vírus e bactérias que podem causar doenças dentro do organismo. As mais comuns tem coloração branca, amarelada ou verde. Segundo o infectologista Jean Gorinchteyn, do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, caso haja ingestão acidental da lesma, é recomendado que se procure um médico para seja feita a prevenção de doenças *Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah GianinniAs doenças mais comuns transmitidas pela ingestão acidental de lesmas são as parasitoses. Tratam-se de doenças com tratamentos simples, à base de medicamentos via oral contra vermes e parasitas. Tomar vermífugos
uma vez ao ano pode ser uma maneira de prevenção, mas necessita de avaliação e
recomendação médica. A parasitose pode ser identificada por meio de sintomas, como diarreia, cansaço e dor de barriga, e diagnosticada por exame de fezes. A hepatite A também pode ser transmitida pela ingestão de frutas e verduras, mas somente em caso de alimentos cultivados ou lavados com água contaminada Para evitar surpresas desagradáveis na salada, o infectologista orienta lavar folha por folha em água corrente e depois deixá-las de molho de 30 minutos a uma hora em um litro água com uma colher de sopa de bicarbonato. Caso as folhas tenham ovos de lombriga, que são invisíveis a olho nu, eles também poderão ser eliminados por essa higienização. Em relação ao tomate, o médico recomenda que, após lavá-los, corte-os ao meio para verificar a presença de lesmas. O ideal é que, assim que uma verdura ou fruta for comprado, já deixe-os de molho para higienizaçãoAlimentos em conversa, como palmito e cogumelos, quando produzidos ou conservados de maneira inadequada, podem dispor de bactérias que levam a doenças como o botulismo. A doença causa náusea, diarreia, fraqueza muscular e pode até matar. Para evitar o problema, o médico orienta verificar a data de validade, observar se o líquido do recipiente é transparente, não comprar produtos sem registro do Centro de Vigilância Sanitária e latas que estejam estufadas ou enferrujadas. Após abrir o produto, deixe-o refrigerado e o consuma em até três dias. É recomendado também que esse alimento seja fervido antes de ingeridoO infectologista explica que verduras e frutas, mesmo com agrotóxicos, são suscetíveis a lesmas, pois elas vêm diretamente da terra e, a maioria delas são plantas rasteiras. Mas ele ressalta que, apesar de as lesmas oferecerem prejuízos à saúde, como as verminoses, eles são momentâneos. Já os agrotóxicos em altas doses oferecem riscos a longo prazo, como o desenvolvimento de câncer O bicho de goiaba se origina de ovos e larvas depositados por moscas na casca da fruta. O infectologista recomenda que a fruta seja cortada, assim, caso haja bicho, será visto. Sua ingestão pode causar intoxicação, caracterizada por dores abdominais e eventuais diarreias. Já a maçã, por exemplo, quando tem bicho, a casca apresentará deterioração ou um buraquinho por onde foi sua entrada. Em ambos os casos, o alimento deve ser descartado porque a polpa da fruta pode ter sido infectada, segundo o médico

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001