Ministério da Saúde alerta que vacina não mata
Edu Garcia/R7 – 25.01.2018

Um produtor rural, de 42 anos, que se recusou a tomar vacina contra febre amarela, morreu com a doença na cidade de Itabira, na região central de Minas Gerais.

A causa da morte foi confirmada pela Prefeitura, nessa quarta-feira (31).

A vítima morava no bairro Pedreira, onde todas as pessoas, com exceção a ele, foram imunizadas. Ele alegou aos agentes de saúde que não precisava se vacinar.

O trabalhador rural foi internado no meio do mês, chegou a receber alta, mas voltou a ser hospitalizado com insuficiência renal. Esta foi a primeira morte causada pela doença em Itabira. A cidade está com 98% da população imunizada.

Contra vacinação

A oposição ao medicamento não é problema apenas de Itabira. Os outros municípios mineiros que têm casos suspeitos também enfrentam trabalho para convencer alguns moradores. A maioria deles alegam que a vacina pode matar.

Leia mais notícias no Portal R7

Em Piranga, na região central, 1% da população visitada pela equipe de saúde não se vacinou. A coordenadora de vigilância em Saúde da cidade, Ariadne Cardoso, de Piranga, reclamou com a reportagem que boa parte destas pessoas se recusaram a receber o medicamento. Ariadne alerta que a população deve estar consciente de que a vacina não faz mal.

— Nós estamos mandando outros agentes de saúde até as casas para tentar convencê-los da importância da vacina.

Situação epidemiológica

Até o momento, ao menos 44 pessoas morreram com febre amarela em Minas Gerais. Os dados oficiais da Ses (Secretaria de Estado de Saúde), divulgados na última terça-feira (30), dão conta de 36 mortes. Mas um levantamento feito pelo R7 já apurou mais 9 casos que ainda não foram contabilizados pela pasta (confira lista abaixo).

A letalidade pela doença na temporada 2017/2018 é de 45%.

O R7 respondeu algumas dúvidas da população sobre a doença. Confira:

Quem pode se vacinar?

Em Belo Horizonte, estão sendo vacinadas pessoas acima de nove meses de idade e que não tenham recebido nenhuma dose. Por causa da circulação do vírus na região metropolitana, pessoas acima de 60 anos, gestantes e lactantes também receberão o medicamento. Seguindo as determinações do Ministério da Saúde, os idosos devem ser avaliados por um profissional de saúde para se vacinarem.

Para quem a vacina é contraindicada?

— Crianças menores de 9 meses de vida
— Pessoas com alergia grave ao ovo ou outro componente da vacina
— Portadores de doenças imunossupressoras grave
— Pessoas em uso de corticoide em doses elevadas
— Portadores das doenças: lúpus, artrite reumatoide, doenças de Addison e do Timo (miastenia gravis, timona).

Não sei se tomei a vacina. O que devo fazer?

A orientação do Ministério da Saúde é de que o cidadão se vacina.

Macacos transmitem febre amarela?

Não. Assim como os seres humanos, os macacos são vítimas das doenças. Além disso, eles são importantes para as secretarias de saúde identificarem onde há circulação do vírus da doença.

Veja o número de mortes por cidades em Minas:

Alvinópolis: 1
Barão de Cocais: 1
Barbacena: 3
Barra Longa: 1
Belo Horizonte: 3
Brumadinho: 3
Caeté: 1
Carmo da Mata: 1
Goianá: 1
Itabira: 1
Itaverava: 1
Jaceaba: 1
Juiz de Fora: 1
Mar Espanha: 1
Mariana: 4
Mateus Leme 1
Nova Lima: 6
Piranga: 2
Poço Fundo: 1
Ponte Nova: 1
Porto Firme: 1
Presidente Bernardes: 1
Raposos: 1
Rio Acima: 2
Santa Bárbara: 1
Santo Antônio do Aventureiro: 1
São Thomé das Letras: 1
Viçosa: 1

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001