Postos estarão abertos nas zona norte, sul e leste
REUTERS/Paulo Whitaker

Algumas unidades de saúde na cidade de São Paulos, que fazem parte da campanha de vacinação fracionada contra a febre amarela, funcionarão durante o Carnaval. Os postos estarão de plantão no sábado (10) e na segunda-feira (12) e vão atender apenas moradores que receberam senhas previamente.

Na zona leste, abrirão as UBS Castro Alves, Fazenda do Carmo, José Bonifácio I, Jardim das Laranjeiras, Jardim Conquista III, Jardim Santo André, Jardim São Francisco II, Jardim Tietê I e as AMA/UBS Integradas Cidade Líder I, Jardim Brasília, Vila Itapema e José Bonifácio III.

Já na zona sul, o atendimento será realizado nas UBSs Parque Doroteia, Jardim Miriam II, Vila Império I, Vila Joaniza, Vila Missionária, Jardim Mirna, Jardim Campinas, Parque Fernanda e nas AMA/UBS integrada Parque Santo Antônio, Parque Figueira Grande, Jardim Castro Alves, Jardim Alfredo, Parque Novo Santo Amaro, Jardim Capela, Jardim Icaraí (Quintana).

Além de sábado e segunda, unidades da região sudeste também funcionarão na terça-feira (13). São elas: AMA/UBS Dr. Geraldo Silva Ferreira (CEO), Americanópolis, Cupecê, Vila Clara, Sacomã, São Vicente de Paula, Vila Moraes e Parque Bristol. No Hospital Dia da Rede Hora Certa Penha o atendimento será apenas no sábado.

A zona norte, que apresenta o maior número de macacos mortos pela doença, 102 – o total na cidade de São Paulo é de 111 –, iniciou recentemente uma nova estratégia de vacinação com o objetivo de localizar os moradores que ainda não receberam a vacina. Mais de 40% dos moradores da região ainda não haviam sido vacinados até o dia 1º de fevereiro. Neste plantão, contará com seis postos para atendimento: AMA/UBS Perus, Parque Maria Domitila, Elísio T. Leite, City Jaraguá, Lauzane Paulista e Anhanguera I.

Na zona oeste, a AMA/UBS Paulo VI abrirá no sábado, segunda e terça. Já a UBS Jardim Edite, que oferece doses únicas para viajantes, o atendimento será somente no sábado.

A campanha de vacinação na capital paulista começou em setembro do ano passado na zona norte. Devido à proximidade da cidade de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, onde houve morte de macacos em decorrência da febre amarela, a imunização foi estendida para bairros da zona sul e o distrito Raposo Tavares, na zona oeste em dezembro.

A segunda fase da vacinação, já com doses fracionada, para alcançar o maior número de pessoas, teve início em 25 de janeiro, e vai até 24 de fevereiro. Entre janeiro e março de 2017, foram registrados 11 casos de febre amarela silvestre na capital, sendo que cinco evoluíram para morte. Em dezembro do ano passado, foram registrados outros 13, sendo que oito evoluíram para morte. Em janeiro deste ano, foram confirmados 31 casos e seis evoluíram para morte. Todos são considerados importados de outras cidades e Estados, sendo 12 de Minas Gerais, 28 de Mairiporã e 10 de Atibaia.

 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001