O peru é a melhor opção de ave para a ceia, porque é menos
calórico e salgado em relação ao chester e ao tender, segundo orientação da nutricionista Mariana
Claudino para o Ministério da Saúde. Ela afirma que o ideal é escolher um peru sem tempero
para que possa ser temperado em casa com ervas naturais como cebola, alho e
louro, além do sal. Uma dica é servir
o peru com frutas como ameixa e abacaxi, pois ajudam na digestão. Segunda ela, consumir
a pele pode contribuir para a elevação da taxa de colesterolJá
entre as carnes de porco o lombo é o menos gorduroso se comparado com o pernil
e o leitão. Prefira preparar o lombo assado ou grelhado e apenas com temperos naturais
como tomilho, louro, cebola, alho e azeite, segundo a nutricionistaO bacalhau é uma opção, mas a nutricionista ressalta que,
apesar de dispor de pouca gordura, é rico em sal. Portanto, pessoas com
hipertensão devem consumir com moderaçãoNo Natal, o arroz branco costuma vir enfeitado com legumes.
Como a maioria das pessoas não gosta de uva passa no arroz, prefira castanhas,
amêndoas ou cebolinha. Evite vegetais em conversa (em lata), pois contêm excesso
de sódioUma alternativa para substituir o pão francês e o pão
italiano são os pães ou torradas com grãos como chia, linhaça, semente de
girassol ou quinoa. Já patês calóricos com maionese ou cream cheese podem
ser trocados por antepastos de berinjela ou abobrinha e pastas de iogurte
natural com cebola, alecrim, ricota e manjericão, orienta o portal do
Ministério da SaúdeFrutas secas como damasco e nozes são antioxidantes e têm
propriedades que regulam os níveis de colesterol, segundo o Ministério. “Por
mais que sejam nutritivas, são calóricas e estão liberadas desde que sejam
consumidas sem exagero”, alertaA
salada sempre acaba sobrando na ceia de Natal. Para torná-la mais convidativa, acrescente
frutas e castanhas e tempere com limão, pois isso ajuda a reduzir a necessidade
de adição de sal e óleo. Se possível, priorize os vegetais crus, que têm mais
nutrientesNa hora de preparar o salpicão, opte pela maionese light e
combine peito de frango, maçã ou cenoura ralada, por exemplo. Uma dica é trocar
a batata palha por nozes picadas. O Ministério ressalta a importância de manter
esse prato na geladeira, para não haver riscos de contaminação. A maionese
estraga com facilidadeA farofa não pode faltar. Para prevenir a azia, prefira
temperos naturais em vez de prontos como alho, cebola, pimenta, salsinha e
cebolinha. Entre os ingredientes, vale couve, cenoura, uva-passa e banana.
Evite alimentos gordurosos como a linguiça e o bacon, que são muito calóricos e de
difícil digestão, de acordo com o portal do Ministério da Saúde. Algumas
sugestões: farofa de cebola e beterraba, farofa de banana, farofa de ovo e
farofa de cebolinha e damascoA
variação de calorias entre os panetones é muito grande, de acordo com a nutricionista.
Ela orienta a consultar o rótulo antes do consumo. Prefira os caseiros, pois
contêm menos açúcar e mais ingredientes saudáveisA rabanada está liberada. No entanto, a nutricionista afirma
que ela deve ser assada no forno e não frita. Ela orienta a utilizar ainda o leite
desnatado ou leites vegetais, como o de amêndoas, em sua composição que, segundo
ela, deixa a receita menos “pesada” e igualmente saborosaAlém de saudáveis, as frutas ajudam na decoração da mesa. A nutricionista
sugere abacaxis fatiados, cortados em quatro, com folhas de hortelã. Também
recomenda salada de frutas com pêssego, manga, ameixas, cerejas e uvas

 

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Imagem: (64) 3631-6001